lockquote Resenha: O Vilarejo ~ Diurnos - Os Leitores

sábado, 17 de outubro de 2015

Resenha: O Vilarejo



O Vilarejo - Raphael Montes


Título: O Vilarejo
Autor: Raphael Montes
Páginas: 96
Editora: Suma de Letras
Avaliação: 5/5 + Favorito

Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Neste livro, o autor nacional, Raphael Montes, nos traz uma coletânea de sete contos, ligadas aos sete pecados capitais e a sete demônios, todos eles se passarão em um vilarejo, com pessoas um pouco estranhas, e com a fome e o frio chegando podem ficar extremamente loucas, chegando a cometer atos de canibalismo e assassinato de pessoas da própria família.

Todos estes sete contos são muito bem escritos, ou traduzidos, por Raphael, pois no começo do livro ele conta que, achou um caderno no sebo com escritas e línguas desconhecidas, e nisso, ele foi procurar especialistas para saber como ele poderia traduzir este caderno, e assim foi feito o livro "O Vilarejo"

No conto "O Negro Caolho", o demônio é o Lúcifer e o pecado é a Soberba, e conta a história de um Africano que chega ao Vilarejo, e isso causa grande impacto na sociedade racista que o habita, menos em uma senhora que o acolhe em sua casa depois de vê-lo sendo maltratado pelos moradores. Mas o Negro acaba virando um "escravo" dela, e com pessoas manipulando a sua mente, ela faz um ato terrível, causando o momento mais agoniante do livro.

Os contos não possuem uma ordem correta de leitura, eu sugiro que leiam na ordem que está no livro, pois você pode ficar sem entender alguma coisa, ou pegar grandes spoilers lendo em outra ordem. É incrível como o autor consegue interligar direitinho todos os contos, e fazer uma grande interligação com o último conto, onde a verdade sobre o vilarejo é revelada.

Talvez, se você tenha o estômago meio fraco, está não é a melhor leitura, pois em cada conto há algo que vai mexer com sua mente e revirar o seu estômago, o que eu gostei muito, e que faz o livro ser bom, em meu ponto de vista. Deixando claro que não é O TERROR de dar muito medo, então alto lá e não crie muitas expectativas.

A edição do livro está perfeita, com ilustrações muito bonitas, e com um trabalho gráfico incrível, mas com apenas um problemas: o livro é muito curto, por ser tão bom, o leitor talvez precisasse de mais para saciar a sua mente.

Até mais
Jorge Henrique

Jorge Henrique Ama o Universo dos livros, das séries de TV e da Matemática, seus autores preferidos são Cassandra Clare, J.K. Rowling, David Levithan, Verônica Roth, Cornélia Funk, e seu maior sonho é ter uma enorme biblioteca em seu quarto, mas por enquanto se contenta com o que tem. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial