lockquote Resenha - Todos os Meus Amigos São Super-Heróis ~ Diurnos - Os Leitores

terça-feira, 3 de março de 2015

Resenha - Todos os Meus Amigos São Super-Heróis



Título: Todos os Meus Amigos são Super-Heróis
Original: All My Friends Are Super Heroes
Páginas: 176
Lançamento: 2014
Autor: Andrew Kaufman
Editora: Leya
Avaliação: 3/5
Skoob
Sinopse: Todos os Meus Amigos São Super-Heróis - Existem aproximadamente 249 super-heróis na cidade de Toronto. Tom não é um super-herói, mas conhece vários: O Anfíbio, A Pilha de Nervos, A Bronca, O Homem Impossível, O Minigigante, Daquiapouco, A Doma-Rapaz, dentre outros. Tom casou-se com uma super-heroína, A Perfeccionista, cujo poder é tornar tudo perfeito. No dia do casamento, Hipno, supervilão e ex-namorado de Perfeccionista, hipnotizou-a: Tom ficou invisível, mas somente aos olhos dela. Depois de dois meses sem notar o marido, a Perfeccionista está prestes a pegar um avião para recomeçar a vida em Vancouver. É a partir de uma bela história de amor que Todos os Meus Amigos São Super-Heróis constrói um universo onde amizade, romance, profissões e cotidianos muito parecidos com os nossos ganham uma fina pátina de superpoder - ou mostra que superpoderes são apenas uma questão de ponto de vista. Tom está desesperado para que sua amada Perfeccionista volte a enxergá-lo e amá-lo. Como resolver isto sendo o único ser humano sem poderes nessa história?

Andrew Kaufman nos apresenta a história de Tom, um homem, que possui uma vida normal, o contrário da de seus amigos. Ele é amigo de super-heróis, com algum poder, e na maioria são poderes inúteis, mas que todos nós já precisamos pelo menos uma vez em nossas vidas.

Todas as suas antigas namoradas também eram super-heroínas, mas no início da história ele está para casar com a Perfeccionista, cujo o poder é tornar tudo perfeito. Mas no dia da festa do casamento o Hipno, ex-namorado da noiva, a hipnotiza, deixando Tom invisível aos olhos dela, o que a faz acreditar que Tom a deixou no dia do casamento.

Todos os amigos dos noivos tentam convencer Perfeccionista, que Tom está ao seu lado, que ele não a deixou, mas todas as tentativas são falhas. Desistindo de "esperar" seu noivo aparecer, ela vai recomeçar a sua vida em Vancouver, e Tom decide ir com ela no avião.

"A Perfeccionista abre os olhos. Não vê nada. Está branco. Tudo branco. Não há nada embaixo. Não há horizonte. Nada. É só branco.
- Relógio, o que é isso? – pergunta a Perfeccionista. Sua voz está trêmula.
- É o futuro.
- Esse é o futuro? – a Perfeccionista pergunta. Sua boca está seca. Ela se força a engolir. – Por que o futuro é assim?
- Porque ainda não aconteceu – diz a Relógio." 
 
Assim, Tom tentará fazer com que sua noiva o enxergue. Será que ele vai conseguir? Será que Tom vai descobrir algum superpoder? E é com essas e outras perguntas que o autor vai nos conquistando, e fazendo o leitor não tirar os olhos do livro.

A história em si é muito boa, a premissa do livro é ótima, mas alguns pontos que irei destacar aqui, deixam a desejar. Não sei vocês, mas vendo a capa, eu imaginei um livro infantil, e sim, escolhi pela capa, quem nunca? Não é mesmo? Lendo vi que não é recomendado para o público infantil.

Ao decorrer da história vamos conhecendo novos super-heróis, mas de um modo um pouco estranho, dando interrupções na trama,o autor trás uma lista de super-heróis que não fazem parte da história principal, o que me incomodou um pouco na hora da leitura.

O desfecho foi muito bom, apesar de eu ter dado três pontos na avaliação, eu vou recomendar para você que está procurando uma leitura leve, rápida, e engraçada. Então se vocês já leram este livro não deixe comentar sua opinião e ajudar a divulgar o post! Valeu e até mais!!

Jorge Henrique Ama o Universo dos livros, das séries de TV e da Matemática, seus autores preferidos são Cassandra Clare, J.K. Rowling, David Levithan, Verônica Roth, Cornélia Funk, e seu maior sonho é ter uma enorme biblioteca em seu quarto, mas por enquanto se contenta com o que tem. Facebook

←  Anterior Proxima  → Página inicial